COMPILAÇÃO DE VIDEOS QUE DESMASCARAM A INCOMPETÊNCIA (???) DO BANCO DE PORTUGAL.
Vários testemunhos que garantem achar muito estranho, para não dizer outra coisa, que o BdP, não tenha feito nada para travar o saque que afundou Portugal numa crise com dimensões incalculáveis.
MEIRA FERNANDES ACUSA O BANCO DE VÁRIAS ATITUDES ESTRANHAS… E DE NEGLIGÊNCIA.
ACUSA TEIXEIRA DOS SANTOS DE NÃO PERCEBER O QUE FEZ QUANDO NACIONALIZOU O BPN, E AINDA DIZIA QUE O BPN NÃO IA TER CUSTOS PARA O CONTRIBUINTE.
NÃO PERCEBE AINDA COMO É QUE OS INSPECTORES DO BANCO DE PORTUGAL, PESSOAS ALTAMENTE QUALIFICADAS, NUNCA DESCOBRIRAM O SAQUE DO BPN, QUE UMA AUDITORIA DETECTOU EM 6 HORAS….???
PAULO PORTAS, AINDA NA OPOSIÇÃO, UM FEROZ DEFENSOR DO POVO… ACUSA VITOR CONSTÂNCIO DE SER SONOLENTO E BENEVOLENTE, E TER FECHADO OS OLHOS AOS CRIMES QUE LHE CAIAM À FRENTE, E ATÉ LHE ERAM CONFESSADOS… http://goo.gl/bkpNZJ

UMA VERGONHA ESTE PAÍS… BPN O SAQUE – – – https://goo.gl/d1Zht4

É interessante ver a fera que o Paulo Portas vira, quando está fora do “banquete (na oposição)”. Por isso bastou convidarem-no a entrar que ele amansou… Quem olha de repente até acredita que ele defende valores de um verdadeiro defensor de Portugal e dos portugueses.
ARTIGO COMPLETO:http://goo.gl/RlJVss

Outrora PAULO PORTAS exibiu uma coerência e tenacidade que neste momento se esvaiu, onde??
O velho e ridículo teatro na luta desesperada pelo poleiro, esse sonho tão desejado, que equivale a muito dinheiro e poder.
Já faz parte da corja, portanto, silêncio??
É deveras vergonhoso o que estes senhores fazem para ganhar a confiança do povo e votos, fingem-se muito zangados com os criminosos, ralham muito com eles, puxam as orelhas, cospem discursos raivosos de ódio por aqueles que saqueiam a nação…e nada fazem para a defender… e de repente, não se fala mais nisso… e até ajudou a vender o banco por uma bagatela, para apressar o silencio.
ARTIGO COMPLETO:http://goo.gl/BGSukx

“O antigo presidente do Banco Privado Português (BPP), João Rendeiro, acusou o Banco de Portugal de ter conhecimento das práticas do BPP, garantindo que o supervisor “não só conhecia como sempre consentiu na comercialização das estratégias de retorno absoluto com garantia de capital”, segundo um relatório do Banco de Portugal citado pelo “Diário Económico”.

source